Sintomas de veias varicosas

sinais e sintomas de veias varicosas nas pernas

O sistema circulatório, como qualquer órgão do corpo humano, necessita de treinamento constante e manutenção de um tônus ​​saudável. O coração desempenha a função de uma bomba no corpo, mas com o tempo, principalmente se o tônus ​​do aparelho venoso for reduzido, torna-se cada vez mais difícil para ele desempenhar sua função.

As válvulas enfraquecidas nas paredes das veias param de se fechar completamente e o sangue começa a estagnar nas veias. Com isso, eles se expandem ainda mais e surge uma espécie de círculo vicioso.

Defeitos do sistema venoso são geralmente observados na parte inferior do corpo humano. Esta localização é explicada pela influência da gravidade. É das extremidades inferiores que é mais difícil "bombear" o sangue. Existem vários grupos da doença: veias varicosas pélvicas, veias varicosas nas pernas e veias varicosas do útero.

Os sintomas de cada grupo são completamente diferentes. As alterações podem ser observadas nas veias superficiais e profundas do membro inferior. Além disso, a derrota dos vasos superficiais é detectada na fase primária.

Existem vários fatores que sugerem veias varicosas: os sintomas nas pernas são inchaço, sensação de "peso" nas pernas, distensão, queimação. Todos esses sintomas estão unidos por uma propriedade, o que torna possível entender que se trata precisamente das veias varicosas - os sintomas em um estágio inicial de desenvolvimento desaparecem sem deixar vestígios pela manhã.

As causas das veias varicosas

Quais são as principais causas das alterações nas veias das extremidades inferiores? As veias varicosas são mais adquiridas do que as doenças hereditárias. Embora existam famílias em que cada geração apresenta sintomas de veias varicosas nas extremidades inferiores. Mas ainda não há consenso sobre a predisposição hereditária.

Permanência prolongada sobre as pernas provoca o aparecimento de veias varicosas.

como as veias varicosas se manifestam nas pernas

Os principais fatores de risco para esta doença são: obesidade, características do trabalho (mais frequentemente observada em pessoas que ficam em pé por muito tempo durante uma jornada de trabalho), levantamento de peso, uso de roupas justas que comprimem os vasos sanguíneos.

Se você pertence a um grupo de risco, deve monitorar cuidadosamente sua condição e, quando aparecerem os primeiros sintomas de varizes, consulte imediatamente um médico.

Conforme mencionado acima, a primeira manifestação da doença pode estar associada à fadiga noturna nas pernas. Isso acontece porque todas as manifestações desagradáveis ​​desaparecem pela manhã. A pessoa se sente descansada e não vê motivo para se preocupar.

Sintomas de veias varicosas das extremidades inferiores

É por esse fato que um diagnóstico de veias varicosas das extremidades inferiores pode ser feito décadas depois - os sintomas são muito difíceis de reconhecer nos estágios iniciais. Vamos examiná-los mais de perto.

Dor

Pode ser absolutamente qualquer manifestação, desde um leve desconforto até uma condição na qual sejam necessários medicamentos para a dor. A natureza da dor também pode ser diferente: ardor e dores, puxões e cãibras noturnas, dores ao caminhar ou ao longo de todo o comprimento dos vasos.

Qualquer dor nas pernas não relacionada a trauma deve nos fazer pensar se não é um sintoma de veias varicosas nas extremidades inferiores.

Também entre as manifestações das veias varicosas, pode-se observar o seguinte:

  1. Ocorrência de edema noturno.
  2. O aparecimento de uma sensação de "peso", plenitude nas pernas.
  3. Outro sintoma importante para as veias varicosas das extremidades inferiores é uma alteração na pele. A pele fica mais seca, surgindo manchas de pigmentação, que podem aumentar ainda mais e levar ao desenvolvimento de úlceras tróficas.
  4. Um padrão de pequenos vasos subcutâneos aparece na pele. O motivo de sua ocorrência é o mesmo - as veias estão dilatadas e mais visíveis.
  5. Nas fases posteriores do desenvolvimento da doença, é possível observar veias dilatadas da perna e pés com várias formas de dilatação. Este é o principal sintoma das veias varicosas - o tratamento deve ser iniciado imediatamente!

Estágios de desenvolvimento

A manifestação dos sinais da doença pode ser dividida em fases:

  1. Primeiro estágio - defeitos cosméticos tornam-se visíveis.
  2. O segundo estágio - há desconforto noturno nas pernas.
  3. O terceiro estágio - edema, pigmentação, sensação de plenitude nas pernas aparecem.
  4. O quarto estágio - aparecem as úlceras tróficas.

Depois de descobrir quaisquer sinais primários, você precisa iniciar imediatamente o tratamento para as veias varicosas - os sintomas não vão desaparecer por si próprios.

A doença não desaparece por si mesma. Se a doença for retardada, podem ocorrer complicações graves, como tromboflebite, trombose e sangramento venoso.

Possíveis complicações

possíveis complicações das veias varicosas

Trombose (bloqueio completo do leito venoso) e tromboflebite (inflamação da parede da veia) ocorrem repentinamente e são as condições mais graves que (em uma combinação desfavorável de circunstâncias) podem levar à perda de um membro.

As veias varicosas podem causar trombose.

Caracterizam-se pela ocorrência de dor aguda insuportável, podendo ocorrer alteração da cor da pele (vermelhidão ou azul), podendo ser observada a sua dor superficial.

No caso de separação de um coágulo sanguíneo, todo o corpo já está em risco e, no caso de tromboembolismo (obstrução de um vaso com trombo), os vasos pulmonares ou outros vasos vitais podem causar a morte.

O tratamento da doença é prescrito por um médico. Quando as primeiras suspeitas de veias varicosas dos membros inferiores ou da pelve pequena aparecerem, você deve procurar ajuda.

Um flebologista qualificado irá prescrever a combinação certa de medicamentos, medicina tradicional e também dar recomendações básicas para mudar o estilo de vida. Afinal, é ele o principal fator no desenvolvimento da doença.